Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Raio-x do meio caminho andado

No jogo contra os Kings segunda-feira, os Hawks concluíram a primeira metade da temporada. Como tem sido em números nossa temporada até agora? Segue abaixo um raio-x do feito até o momento:

* O ataque dos Hawks está empatado com os Trashers em 6 º lugar na NHL com 3,07 gols por partida.
* A defesa está em 18º, permitindo 2,85 gols por jogo (talvez a grande diferença entre nossa atual temporada e a última temporada vencedora).
* Em média de chutes feitos por jogo, estamos em 9º com média de 32,0 tiros por partida.
* Em chutes permitidos, estamos em 10º, permitindo 28,9 tiros por jogo.
* Temos o primeiro Power Play % da Liga, com média de aproveitamento de 25,5.
* Já nosso special team de PK estamos em apenas 25º, com ídice de "morte" do PP adversário em 79,0.
* Os Hawks tiveram por 3 vezes um sequência de derrotas de 3 partidas.
* Tivemos por 2 vezes sequências de 4 vitórias.
* Apenas três jogadores - Troy Brouwer, Duncan Keith e Brent Seabrook - atuaram em todos os 41 jogos.

JOGADORES DE DESTAQUE
Patrick Sharp - está a caminho de ser primeiro Hawk a marcar 40 gols em uma temporada desde que Tony Amonte em 1999-2000. Ele lidera a equipe com 41 pontos, a caminho de quebrar a sua melhor performance da carreira de 66 ptos. Pierre LeBrun da ESPN afirmou sobre o que tem feito Sharp: "Temporada monstro". O que muita gente não lembra é que Sharp já tem sido um fator de desequilibrio do time há tempos. Vide playoffs da ultima temporada, na qual foi nosso artilheiro com 11 gols junto com Big Buff.

Johnathan Toews - Silenciosamente, Toews tem uma média de quase um ponto por jogo (35 pontos em 39 jogos) e foi vencedor em faceoffs com uma média sobrenatural. Ele é o jogador mais importante grupo e continua a mostrar que ele é um dos jogadores mais valiosos da Liga com tão pouca idade. Sua liderança natural é fortissima.

Troy Brouwer - Sem alardes Brouwer mais uma vez vem sendo fundamental na caminhada do time. Ele ocupa a quarta posição na NHL inteira com 131 hits, mas ele só foi sacado para o panlty box por 16 minutos até agora. Ele tem 10 gols e 12 assistências e ainda tem um plus-minus zerado, não é mau. Ano passado ele marcou mais de 20 gols na temporada. É importantissimo para nós, apesar de pouco badalado.

Brian Campbell
- Campbell foi o melhor defensor Blackhawks desde que voltou de lesão. Apesar de só marcar 13 pontos em 28 jogos, ele lidera a equipe com uma classificação mais robusta com plus-minus 13+. Se você observar o Hawks com atenção, vai ver que Campbell não foi apenas o defensor mais consistente da equipe, mas ele está começando a dominar o ice-time em partes mais cruciais dos jogos ... até mais dominante que o vencedor do Norris Trophy Duncan Keith.

Bryan Bickell - Tem sido um dos pontuadores mais surpreendentes da equipe este ano. Além de seus 11 gols (mesmo número de Dave Bolland e jack Skille juntos), ele tem sido um jogador efetivamente físico também. Aproveitou a chance dada e não vejo hoje o papai Joel deixando ele de fora sob hipótese alguma de uma partida.

Corey Crawford
- Tem sido a revelação deste ano between the pipes, terminando o primeiro semestre com estatísticas impressionantes: 12 vitórias e 7 derroras; 2,33 goals allowed e 0,914 de save percentage. Muita consistência, confiança e defesas espetaculares em momentos absolutamente cruciais dos jogos. Nível acima de Niemi ano passado.

Tomas Kopecky
- É impossível ignorar sua contribuição ofensiva. Está empatado com Duncan Keith como 4º maior pontuador do time. Quem teria pensado em setembro que Kopecky tomaria o lugar na grade de pontuação de alguns importantes jogadores que partiram? A qualidade de seu jogo cresce muito quando atua na mesma linha que Hossa. mas independente de seu compatriota, suas assistências tem realmente sido fundamentais para todo o time.

ALL STAR GAME
Com relação ao novo formato de divisão dos times do All Star Game, achei do cacete. Os capitães (a serem escolhidos pelos próprios jogadores), juntamente com 2 alternate capitães escolherão os times (considerando os demais 26 jogadores já escolhidos) como se fosse um draft, estilo pelada de domingo no sítio do cunhado. Fico imaginando o Sean Avery sendo último a ser esolhido....teria um quebra-quebra alucinado sem duvida alguma!!!! O Coach Q já está esolhido automaticamente para ser um dos técnicos e seu assistente nos Hawks vai junto. Outros dois tecnicos liderarão o time adversário e estes serão escolhidos pela performance de aproveitamento (partidas jogadas x partidas vencidas) até o momento.

Hoje à noite vamos com tudo contra os Stars no primeiro desafio do ano no UC! Go Hawks!

4 comentários:

Fernnando disse...

Achei que o Morin renderia mais nesse time do Blackhawks, pena que voltou pra AHL.


E Parabens pelo blog!

abraço

Diego disse...

é hora de ajeitarmos a engrenagem da maquina pros resultados aparecerem. agora nao da mais pra brincar e entregar jogos no final, é tudo ou nada! e q o sharp e toews continuem on fire e hossa entre logo no ritmo q estava antes de machucar

Levi disse...

nao conhecia o blog, ta show. nao sou chicago mas gosto do time; se o kane voltar bem da contusão o time é bem forte. abs voltarei mais vezes

João Gabriel disse...

Opa, na minha opinião Sharp foi o melhor jogador dos dois últimos offs, e nessa temporada é de longe o melhor do time. Que bom que fizeram questão de segura-lo quando tiveram que fazer a limpa no time.
Dos que vc citou , o Kopecky ( que na MINHA opinião) se beneficiou muito de jogar com o Hossa ( que geralmente é um cavalo pra marcar gols) e o Sharp que tá voando. Qualquer um mais ou menos ali faria o mesmo.
O Brouwer tá melhorando, após começo lento.
Agora Fico feliz com o Campbell, ele jogar bem dilui a pressão sobre os pares defensivos.
Hj tava navegando e vi em um site americano que avaliou a 1 metade : quem tiver curiosidade e manjar inglês:
http://bleacherreport.com/articles/564059-nhl-first-half-grading-the-chicago-blackhawks?utm_source=nhl.com